O extinto materno nos tocou  
 



BRASIL, Sudeste, SAO PAULO, AMERICANOPOLIS, Mulher, de 26 a 35 anos, Portuguese
Outro -
border=0
 
   Arquivos

 
border=0
Outros sites

 Mãe a flor da pele
 Devaneios de uma tentante
 Esperando o momento de ser mãe
 Mamma Dog
 Delirios de uma mãe de primeira viagem
 Futura mamãe
 Nossa historia
 Enquanto segundo não vem
 Pequeno previsto
 Sou Tentante
 (D)esejo de bebê
 Sonho de ser mãe
 Futura mãe de dois
 Eu quero ser mãe
 O mundinho da Day
 Enquanto te esperava
 Quero ser mami


Votação
Dê uma nota para meu blog



border=0
 


Boa Tarde a todas!

Mudei para outro servidor de blogs, aqui eu estava muito limitada, é uma pouquinho mais dificil de mezer por aqui. Novo endereço http://tentantesumsonho.blogspot.com.br/. Me visita lá. Beijos.



Escrito por Tentante Sampa às 17h26
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]






BC – Papeando com “Azamigas”

 O tema desta semana foi escolhido pela pela Mamma do blog Mamma Dog, com tema Ser mãe é... Ser tentante é... Ser gestante é... Pois bem eu sou tentante há 4 ciclos e vmos ao assunto então...

 

Ser tentante é....

Ser tocada por um desejo intenso e extinto único de maternidade.

Loucura: massagear os seios, examinar o colo do útero, analisar o muco, calcular, namorar, namorar, namorar e recomeçar.

Por meses, entristecer-se no primeiro dia do ciclo e alegrar-se nos próximos.

Domar a ansiedade pela espera de um desejo que não requer apenas dedicação, comprometimento, forças, é domar a ansiedade de lhe dar com o desconhecido.

Apreender e estudar medicina ginecológica, biologia, corpo humano em um mês, coisa que não se apreendeu em 11 anos de estudos e 28 anos de vida.

Fé: acreditar que seu momento chegará e Deus lhe cederá um filho seu para ser amado por você, lhe presenteará com o mais belo e precioso filho que possui.

Sonhar de olhos abertos com o barrigão, com os movimentos em seu ventre, conversar com ele, mesmo ele ainda estando no colo de Deus, contar a ele tudo que planeja-se para a chegada dele e do quando seremos felizes juntos, não falamos sozinhas.

Buscar por um sonho que não depende apenas de nós e de inúmeros outros fatores e sim da vontade de Deus.

Buscar pelo único sentido da vida, gerar, amar, educar, e ter um eterno orgulho fruto do seu sucesso como individuo.

Doloroso, não saber quando alcançará um sonho, lhe dar com a incerteza do “será?”



Escrito por Tentante Sampa às 10h26
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]






Boa Tarde a todas!

 

Xô ansiedade...

 

Este ciclo esta sendo bem mais calmo e estou um pouco mais desencanada, deixei a ansiedade até o momento um pouco mais de lado e entreguei nas mãos de Deus, crendo que ele olhará por mim e na hora certa receberei meu positivo, pelo menos por enquanto estou controlando bem a ansiedade e isto esta sendo muito bom, tão bom que este mês não tenho contato os dias do ciclo nos dedos, tenho as informações básicas, mas não como no mês passado que contava cada dia, horas e minutinho rsrs, não me prendi a reparar os sintomas e não estou sentindo absolutamente nada de diferente no corpo...

 

Mês que vem completo 29 anos e sou umas das únicas da minha turminha de infância da rua, da turminha do ensino fundamental que ainda não se tornou mamis, mas do ensino médio há alguns que ainda estão no mesmo barco que eu, as vezes porque queremos primeiro estabilidade para depois optar por um baby, esta semana descobri que uma colega de infância que engravidou pela primeira vez aos 16 anos esta gravidinha do terceiro baby dela, será uma mocinha, recebi a noticia que uma prima esta grávida de seu primeiro baby aos 22 anos, uma gravidez “não planejada” já que ela apenas namora e vive um momento bem conturbado atualmente em sua vida familiar, vi as fotinhos de uma outra prima que esta de 6 meses de uma menininha, coisa gostosa, vi tantos positivos nos últimos dias nas blogagens que isto nos da animo, pensamento de que minha hora também chegará e eu ficarei tão feliz quanto. Deus abençoe cada nova vidinha desta que esta chegando.

Comecei a usar este mês o Period tracker, ótimo, me ajudando bastante...



Escrito por Tentante Sampa às 15h12
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]






BC - Papeando com "Azamigas"

 

Boa Tarde a todas!

 

Esta é a primeira vez que vou papear com vocês e estou meio perdidinha ainda, mas vamos tentar.

 

O assuntos foi sugerido pela Cynthia do blog “Futura mãe de dois”, é um assunto que realmente eu sempre pensei e me traz certas incógnitas.

 

"Aleitamento". Meninas, na minha primeira gravidez eu era muito nova e não dava a importância devida a este assunto, gostaria de saber o que vocês pensam sobre isso. Por quanto tempo pretendem amamentar ou já amamentaram seu rebentos?? Como vocês ficam na hora de fazer isso na rua? Com vergonha? Preferem levar a mamadeira??

 

Bom, eu estou na tentativa da minha primeira gestação, sendo assim nunca amamentei, mas sempre pensei neste assunto e com certa preocupação. Primeiro porque antes de o extinto materno me tocar nunca foi uma coisa que me chamou atenção amamentar e mesmo quando via uma mamãe amamentando aquilo não mexia comigo, nunca olhei com um olhar “que ato belíssimo era a amamentação”, em segundo lugar nunca gostei muito que meus seios fossem tocados, talvez devido a isto já criava uma barreira de proteção em relação a como seria amamentar.

Porém, como um dia me disseram a maternidade ainda há de lhe bater na porta e ela realmente chegou e a gente começa a pensar em cada detalhe, como será, como fazer e entre eles esta a amamentação, bom eu trabalho e sabemos que nossa licença maternidade é de quatro meses e sei que nestes quatro meses ao mesmo tempo que terei que apreender a amamentar, terei que ensinar o meu ou minha baby a se desapegar do seio e comer outros alimentos, pois este laço de 24 horas juntos se encerrará com o termino da licença maternidade.

Sei da importância da amamentação, dos benefícios do leite materno, mas sou daquelas que acredito que a criança tem que começar a se adaptar com outros alimentos, conhecer outros paladares também e cedo, creio que a criança não possa ser dependente apenas do leite materno seis meses como indicam muitos pediatras, sendo assim mesmo se eu não trabalhasse no terceiro ou quarto mês já estaria complementando a alimentação. Eu creio, faço planos que amamentarei até os 6 meses, orgulhosamente 6 meses, pois sei que será uma ligação unica e linda com meu ou minha baby e por saber da importante do aleitamento materno nos primeiros dias de vida.

Este fato tem um pouco de influencias também sobre a forma que cada uma de nós mulheres somos criadas e os exemplos que temos, minha família sempre teve o costume desde muito cedo complementar a alimentação e nunca amamentaram por períodos muito longos, praticamente todos os meus primos que vi crescer saíram do seio até os 12 meses e isto ocorre também hoje com os filhos de meus primos, já minhas sobrinhas uma foi amamentada até os 10 meses, foi pedido do medico que ela deixasse o seio devido a problemas de saúde, uma intolerância a proteína do leite que mais tarde descobrimos que se tratava das rejeição do LUPOS, já a outra foi amamentada até os 4 anos para a minha revolta rsrs... Outro detalhe é que minha mãe teve três filhos, não amamentou nenhum de nós, ela acha lindo uma mulher amamentar, mas não conseguiu fazer com os filhos dela, hoje por muitas mulheres trabalharem este período se torna curto, li que a média fica em torno de 53 dias de aleitamento materno, eu já cheguei a me indagar se os meus 6 meses não seria pouco, após ler que a média fica em torno de 53 dias fiquei realmente abismada e pensei esta ótimo meus 6 meses, eu sei que tenho garantido por lei 4 meses de licença e já conto com mais um mês das minhas férias, sendo assim garanto 5 meses. Também não acho correto a criança ficar o dia todo sem a amamentação e quando a mãe chega dar o seio a criança, pois creio que ela fica mal acostumada e aquilo se torna um habito, muito difícil de tirar depois, tenho a opinião de quando for para tirar do seio que tire-se em um curto espaço de tempo. Quanto a ter vergonha creio que não terei, acho que é um ato normal, bonito, inocente, é uma entrega, é uma relação mãe e filho natural.



Escrito por Tentante Sampa às 12h54
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]






Boa Tarde a todos!

 

 

4º ciclo a vista...

 

27º dia e batata, estava lá a minha visitante mensal, sem atraso nenhum... Hoje tinha que ir cedo ao banco, meu esposo estava de folga e como o banco só abre as 10 horas dormimos até as 9 da manhã juntinhos, acordei com um leve incomodo, uma pequena cólica, primeira mexidinha da cama e sinto a presença da tão indesejada menstruação, logo me levantei e meu maridão me perguntou onde vai, disse já desanimada “tomar um banho, fiquei menstruada”, coisa chata de se falar né...

 

Depois disso a manhã se tornou silenciosa, nem eu falo e nem ele, ele apenas me olha tentando medir as palavras, mas nada é capaz de traduzir o que sentimos como o silêncio, quando faltam palavras restam lagrimas independente da situação, mas a gente segura o nó na garganta e muda o foco...

Fomos ao banco, por lá ficou tudo resolvido, eu vim trabalhar e ele voltou para casa para descansar, no meio do caminho escrevo uma mensagem a ele e ele me responde...

 

Colocamos nas mensagens o que é duro de se falar olho no olho, não por falta de coragem, mas porque o coração sofre.

 

 

ESPOSA

Não posso dizer lhe que não dói, é difícil esperar e controlar toda a ansiedade, é muito difícil lhe dar com a incerteza, se deu certo ou não. Não sei o que Deus nos reserva, não sei o quanto seremos fortes para prosseguirmos tentando e renovando as esperanças a cada dia, hoje já acho que está sendo difícil, não imaginava que a espera seria tamanha, achava que seria mais rápido e mais fácil, é que sempre evitamos, mas achamos que parar de evitar seria apenas esperar o tempo de Deus, mas como controlar toda a ansiedade da espera. Eu peço a Deus todos os dias que ilumine meu ventre, que nos presenteie com um filho seu, eu peço que ele nos prepare para sermos ótimos pais, prepare nossas vidas, nosso interior, que nos abençoe na maternidade e paternidade.

 

ESPOSO

More fiquei meio decepcionado, mas mesmo assim estou feliz, decepcionado por Deus não ter nos abençoada este mês, mas feliz por ficarmos mais unidos a cada dia, realizaremos nosso sonho de sermos abençoados por Deus nos próximos meses, sei que é difícil agüentar a ansiedade, mas tudo dará certo, com fé em Deus e Nossa Senhora Aparecida. Isso é só para nos prepararmos para sermos bons pais. EU AMO MUITO VOCÊ E NÓS VAMOS CONSEGUIR, PORQUE NÓS SONHAMOS JUNTOS, REALIZAREMOS E CONTAREMOS A NOSSO FILHO COMO ELE E IMPORTANTE NAS NOSSAS VIDAS E TUDO QUE PASSAMOS PARA ELE VIR AO MUNDO.

 

Ele me leva a emoção, após estas palavras não posso desistir, eu tenho obrigação de tentar e não me faltar forças...

Eu penso, como é a dor de mulheres que tentam a anos, que tamanha fé, que força... Dói, esta doente sim, mas iniciou-se o 4º ciclo e daqui a cinco dias estarei de cabeça erguida, já esquecida as três tentativas passadas e focada que desta vez dará certo com fé em Deus e N. Sra. Aparecida, amém!



Escrito por Tentante Sampa às 13h56
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]






Boa Tarde a todos!

 

Semana passada, oh semana...

 

Esta ultima semana foi bem complicada, por alguns motivos profissionais estava bem chateada e estressada, juntaram-se a outros probleminhas do dia a dia, aquelas pedrinhas que temos que tirar do caminho e fiquei mega desanimada, até esqueci, digamos que não esqueci, me distrai um pouco de focar no que mais desejo para a minha vida, talvez este tenha sido bom, para afastar a ansiedade, mas o estresse foi bem alto.

Aproveitei o fim de semana para me distanciar de tudo, todos os problemas, ficando mais sossegadinha com a família, nem na casa da minha mãe tinha tanto movimento, o frio afastou todo mundo, parece que todos sabiam que eu queria estar na calmaria do colo de mamãe que sempre tem uma palavra que me acalma, que me assegura que tudo dará certo.

Meu esposo já esta atento que esta próximo da minha menstruação vir me visitar ou não vir que é o que mais queremos, tenta tocar no assunto e eu fujo para não ficar mais ansiosa ou me decepcionar, não fico criando esperanças, não quero nos machucar. Estou hoje no meu 25º dc, disse a ele que só para o final da semana que ela poderia surgir (torcendo para que não surja rsrs), como estou no terceiro ciclo e o primeiro foi de 24 dias e o segundo de 27 dias, fico meio perdida, talvez após o 28º dc eu fique mais ansiosa esperando um positivo, acreditando que realmente esta atrasada, ela não veio (EBA!!!), mas por enquanto quero acreditar que tudo deu muito certo, mas conversar com o coração que se não der, tudo bem novamente, estamos prontos para mais um ciclo, que venha o próximo para tentarmos.

Meu seios continuam bem duros, inchados e um pouco doloridos, tenho um pouco de tontura, mas bem menos do que estava tendo antes do meu dia fértil, o que senti de diferente ou talvez eu que não tinha reparado antes, são algumas dores bem rápidas nos ovários, senti isto uns dois dias após meu dia fértil e nos últimos dias senti mais algumas vez, não é uma dor insuportável, é uma dorzinha, mas é diferente, não me recordo de já te-la sentido. Estou na torcida.



Escrito por Tentante Sampa às 14h42
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]






Boa Tarde a todos!

Sintomas neste terceiro ciclo...

Fui guardando cada detalhe comigo mesma, falando sozinha, conversando com Deus e meu ventre. Um fato me fez acreditar que este mês de julho era o mês, estava dando certo, após uma quarta feira 16 de julho dia fértil e dia de tentar, tentei e poucos dias depois senti uma cólica e me recordei que li em algum blog que é normal cólicas no momento que o embrião faz a nidação no útero, dois dias depois comecei a sentir as mamas doloridas com mais intensidade, sendo que o primeiro sintoma havia sido os bicos doloridos, coisa que nunca havia sentido, este seria mais um sinal que poderia ter dado certo, já que isto era próximo ao dia 20 e minha menstruação estava prevista para o fim do mês e pela minha experiência sabia, ainda era cedo para começar a sentir os sintomas da menstruação e aqueles poderiam ser sintomas de uma gestação?

Começaram as dores de cabeça, mais um sintoma me dava esperanças. Em um dia tomando banho, acariciei minha barriga e sonhei por uns bons minutos com esta tão esperada gestação, conversando com Deus e com meu bebezinho que já poderia estar dentro de mim, fala para ele do papai e do quando eu estava o esperando, o papis estava no curso e eu tive um momento entre eu, meu bebê e Deus.

Me vi barriguda e me senti linda, pensei na família, no papai, no nosso carinho e em nosso amor, foi lindo, me senti habitada por um serzinho muito especial e amado, entendi que já existia amor antes mesmo de estar gestante, eu amava este fofinho já, no meu coração ele já existia. Seriam dias de ansiedade a espera do dia do atraso, todos os pensamentos voltados ao dia que atrasaria, contando nos dedos.



Escrito por Tentante Sampa às 15h57
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]






Boa Tarde a todos!

 

Sonhos...

 

 

A cada madrugada tinha sonhos aos quais me via mãe, me recordo de um que era mãe de duas lindas gêmeas de aproximadamente dois meses vestidas de amarelinho, outro mãe de um casal, onde o menino tinha cerca de quatro anos e a menina cerca de dois, ambos bem magrinhos como eu e clarinhos como meu esposo, outro me via grávida de cinco meses com um belo e admirável barrigão, eram sempre crianças muito saudáveis, felizes, inteligentes e educadas, eram sonhos de muita tranqüilidade e paz interior, eu definitivamente sonhava com esta mudança em meu lar, pedia a Deus, meu anjos da guarda, aos guias de proteção e a mãe suprema N. S. Aparecida que preparasse a mim e meu esposo para recebermos um filho do Senhor, que preparasse nossas vidas, nosso lar, desse-nos sabedoria para criarmos e educarmos um filho seu, que iluminasse meu ventre para receber esta obra divina que tanto desejávamos.



Escrito por Tentante Sampa às 15h54
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]






Boa Tarde a todos!

Terceiro ciclo...

Iniciado mais um ciclo em 04 de julho, o terceiro, fiz minhas contas e dei inicio a vida de tentante, tentando controlar a ansiedade, não acreditando veementemente que este mês daria certo, pois havia lido que a possibilidade de dar certo seria somente após o 4º ciclos e tendo o peso de oito anos de anticoncepcional, tentava não acreditara para não me decepcionar com um negativo mais a frente. 

E crendo com veemência que daria, evitando ao máximo de levar ansiedade e esperança a meu esposo, mas acreditava, porque não? Sempre existe a possibilidade, se ela existe eu vou tentar, se realmente não existisse realmente, eu não estaria tentando.



Escrito por Tentante Sampa às 15h44
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]






 Boa Tarde a todos!

Efeitos...

Pós interrupção do anticoncepcional senti muitas mudanças, pele mais oleosa, surgimentos de acnes, fluxo mais intenso durante o período menstrual, cólicas intensas, tonturas, muita tontura a cama girava comigo, intensa TPM, nunca havia tido uma TMP tão intensa como a que tive após a parada do anticoncepcional entre outros, mas estava disposta a passar por tudo, tudo por nosso sonho.

Para receber esta obra divina que tanto desejávamos.



Escrito por Tentante Sampa às 15h37
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]






Boa Tarde a todos!

Segundo ciclo...

Iniciado o novo ciclo, calendário nas mãos, contando o melhor dia, qual é o dia fértil, pedir a Deus, rezar a todos os santos, pensando se der positivo como contar a notícia ao maridão, quais as surpresas, quando contar a familia?

Passamos (eu e ele) horas conversando sobre os detalhes, loucura para um casal que suspendeu o anticoncepcional a um mês? Sim, é doideira demais, mas como controlar a ansiedade, difícil saber.

Bom, eu estava atenta ao dia que iria menstruar, uma terça feira 01 de julho, mas ela não compareceu, guardei este segredo como sendo só meu, nada de vitória, estava planejado que faria o teste de urina no fim de semana e ai sim um positivo seria a vitória e dividiria primeiramente com meu amor, porém com três dias de atraso ela compareceu, sexta feira, um dia antes de fazer o teste de urina, estava sem os sintomas de gestação, mas também não possuía os da menstruação, foi decepcionante, estava mais ansiosa desta vez, mais confiante, um ciclo agora de 27 dias, o que me deixava um pouco mais perdida.

Confesso que desta vez não consegui segurar as lágrimas, sentia o gosto da decepção, decidi dividir parte da minha ansiedade não só mais com meu esposo, me abri com minha melhor amiga e com uma senhora que conhecia a muito pouco tempo, mas era adorável, ela me passava a tranqüilidade que eu precisava, melhorei, calculei um clico meio perdida e me preparei para as próximas tentativas, iniciaria o 3º ciclo, mas estava abatida, decepcionada, fiquei triste, apesar do pouco tempo de tentativas, havia sito apenas dois ciclos até então, mas era dolorido esperar por um sonho e ele não vir e você não tem o que fazer apenas esperar, esperar a vontade de Deus, esperar seu corpo esta preparado, enfim iniciar um novo ciclo.



Escrito por Tentante Sampa às 15h33
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]






Boa Tarde a todos!

Resultado da parada do uso do anticoncepcional e primeiro ciclo...

Quatro dias depois de parar com o anticoncepcional estava menstruando novamente, tive um ciclo de 16 dias, dei uma pesquisada na internet a respeito e era normal, houve uma interrupção hormonal e cada corpo responde de uma forma. Comecei a contar um novo clico, li bastante que é difícil uma gestação nestes primeiros meses, até acontece, mas seria eu tão sortuada assim, só saberia a resposta levando uma vida de tentando.

Percebi que após 8 anos de uso de anticoncepcional eu não era uma sortuada, 24 dias se passou e a tão indesejada naquele momento menstruação compareceu, pensei ótimo, não tem problema pelo menos já sei que possuo um clico de 24 dias e posso saber quando estarei ovulando no próximo mês.

Mas existe sim uma pequena decepção, porque nos protegemos a vida toda, mas quando queremos tem que ser para ontem, era mês de junho, meu amor faria 30 anos, era mês de copa do mundo, eu queria ter dado esta notícia em pleno dia 12, dia dos namorados, estréia da nossa seleção nos gramados da copa 2014, mas definitivamente não seria naquele mês, no dia 08 de junho iniciava um novo ciclo, usariamos o restante daquele mês na nossa vida de tentande e sonhando com os traços do nosso baby.



Escrito por Tentante Sampa às 15h26
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]






Boa tarde a todos!

 

Iniciando a vida de tentante...

 

Sou uma testante!!! Planejo desde o fim de 2013 uma gestação, após 4 anos de relação e 3 de casados o extinto materno e paterno nos tocou, a nós era a hora do ambiente de nosso lar ser tocado por uma nova vibração, hora de harmonizarmos nosso lar com o encanto infantil, queríamos consolidar nosso amor com um lindo laço, um filho nosso, o símbolo maior de nosso amor, confiasse um ao outro o maior presente, um filho, nossa casa já não tinha mais graça, faltavam risos. Para isto dei o primeiro passo, procurei um convênio, um bom convênio, pensando no comodismo que eu teria e de meu bebê, apartamento individual para a minha privacidade, de meu esposo, de nossos visitas e do membro tão esperado, com atendimento em excelentes maternidades, tudo para que nosso amado fosse recebido da melhor maneira. Depois marquei a primeira consulta a um ginecologista, procurei informações a respeito dele, relatos e indicações, fui a minha primeira consulta e foi tudo como eu esperava, um médico objetivo e claro como sempre gostei, direto, me senti a vontade, colheu o papalicolau e quando disse que deseja engravidar o mesmo me pediu alguns exames, fiz todos durante aquele fim de janeiro e inicio de fevereiro de 2014, retornei a consulta em março, meu papa havia dado uma alteração, coisa simples, mas a indicação era um comprimido oral ao casal, não suspender o uso do anticoncepcional, refazer o papa dali há dois meses e retornar a consulta. Exatamente no mês que eu havia planejado suspender o uso do anticoncepcional eu teria que voltar a consulta e verificar se corria tudo bem com o meu corpo, com a minha saúde.

Como indicado pelo meu medico comecei a tomar a vitamina, ácido fólico três meses antes de parar o anticoncepcional, isto é em fevereiro. Em 01 de maio fiquei menstruada e ainda tomava o contraceptivo, fiz aquela que seria minha última pausa, pois quando suspendesse agora o uso seria de vez, só voltaria após a chegada de nosso primeiro filho, iniciei a última cartela dia 5 de maio e dia 12 estava eu lá na minha tão sonhada consulta e pedindo a Deus que todos os meus exames estivessem com resultados maravilhosos e graças a ele tudo desta vez estava muito bom, desde urina, hemograma, diabetes, hepatites, sífilis, hiv, trompas, ovários, útero, ao papalicolau, não podia ser melhor. Sempre como de costume saia da consulta e ligava a meu esposo, desta vez feliz da vida, meu esposo é um anjo, um companheiro de verdade, sempre quis ir a cada consulta comigo, mas eu tenho um gênio digamos um pouco forte, sempre me gabei de minha independência e achava ainda desnecessário ele me acompanhar nestes procedimentos iniciais, ele a contra gosto respeitava minha opinião e me deixava ir, eu, Deus, minha fé, minha independência e o celular para ele ter todas as notícias em tempo real. Dei todas as novas notícias ao meu amado e desde aquele dia não tomei mais nenhuma pílula contraceptivo. Uauuuuuuuuuuuu!!! Vamos que vamos, baby...



Escrito por Tentante Sampa às 14h01
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]






Boa tarde a todos!

 

Bom, falando de nós...

 

Nos conhecemos na academia em 2009, nos tornamos amigos, até que o mocinho passou a demonstrar interesse por mim, começamos a nos relacionar no mês de outubro e tudo passou a ocorrer de maneira muito rápida entre nós, desde a primeira viajem juntos até planejar que iríamos nos casar, só não casamos mais rápido, pois somos bem medrosos e temíamos o desconhecido, porém após um ano e seis meses estávamos definitivamente casados com direito a troca de sobrenome e tudo.

Desde o inicio do namoro meu esposo sempre falou muito em ter filhos, mas sempre repudiei esta idéia, pois era muito nova e sempre planejei cada detalhe das minhas escolhas, uma gravidez durante um namoro a mim seria inadmissível, após casarmos o mesmo passou a enxergar os fatos mais friamente e percebeu que um filho naquele determinado momento seria complicado e afastou esta idéia de nossos planos, eu sinceramente fiquei até um pouco triste em não vê-lo mais tocar no assunto, pois algum tempo depois foi a minha vez de começar a pensar na maternidade, mas isto nunca foi um assunto que nos causou qualquer problemas, pois tínhamos a vontade, mas sabíamos das prioridades, nos dávamos apenas o direito de sonhar. Após dois anos de casados era chegado o momento, o extinto materno chegou a mim e o extinto paterno bateu no coração dele, principalmente no dele, meu esposo falava a todo momento dos filhos de seus colegas de trabalho, os chamava pelo diminutivo, até me irritava tamanho mimo empregados nos diálogos que tinha me relatando os fatos de envolvia as crianças, eu também queria o mesmo, eu queria, estava nascendo dentro de mim este desejo, um sentimento, mas estava no meio de um projeto e não tinha como abandona-lo naquele momento e optar pela maternidade, então me sentia impotente vendo o falar daquela maneira, o mesmo passou a me cobrar a parar com o anticoncepcional e antes ver um convenio, que até o convenio deu trabalho para ser fechado, de espera em espera se passou o ano de 2013.

Entramos 2014 com convenio, consultas ao ginecologistas agendadas e o esposão mega ansioso para pararmos o contraceptivo, e eu??? Eu estava ligada mais do que tudo neste novo plano, neste projetinho tão meu, o mundo estava grávido, menos eu, meus dias tinham apenas mulheres grávidas e bebês, recém nascidos, crianças com menos de 4 anos, imagina se eu não estava contando nos dedos quando chegaria a minha vez. É assim que começa nossa busca por um sonho, para se tornar realização. A casa estava vazia, faltava animação, faltava estripulia, falta nosso bebê...



Escrito por Tentante Sampa às 13h13
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]






Boa tarde a todos!

 

Bom, falando de mim, de nós...

 

Tenho 28 anos anos, a completar 29 em setembro de 2014, sou nascida e criada na capital paulista, filha casula de uma mãe solteira, sempre fui uma pessoa muito tranqüila em todos os sentidos, trabalhei até hoje em apenas três locais diferentes, trabalho atualmente numa empresa há quase 4 anos.

 

Sou casada, meu esposo acaba de completar 30 anos de idade, é filho casula do ultimo casamento de sua mãe, tenho uma enteada, fruto de uma aventura de meu esposo, a mocinha esta com quase 8 anos de idade e tem um ótimo conviveu conosco, meu esposo assim como eu é uma pessoa muito tranqüila e responsável, trabalha a quase 5 anos numa empresa.

 

Sendo assim esta duas pessoas desejam coroar esta relação com um lindo fruto, que esta sendo muito esperado e desejado.



Escrito por Tentante Sampa às 12h28
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]






[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]
border=0